Peixe Paulistinha

By • Apr 5th, 2010 • Category: Peixes de Água Doce

Nome científico: Brachydanio rerio
Nome popular: Paulistinha.

Integrante da família dos Ciprinídeos, o paulistinha é um peixe muito alegre, brincalhão, agita qualquer ambiente.Muito aconselhável para iniciantes, pois são muito resistentes e não precisam de cuidados maiores.

É um peixe de superfície e de cardume, por isso você deve botar pelo menos 5 exemplares em seu aquário.Procedente da Índia, possui o corpo prateado com listas horizontais preto-azuladas, alternadas com outras amarelas que lembram a bandeira paulista, razão pela qual ganhou o apelido de paulistinha.

Eles suportam uma temperatura de 15 a 40 graus. Não tem objeções a nenhum tipo de planta, pedras ou troncos.A água deve ser mole e neutra, com o pH próximo de 7,0, a iluminção deve ser média, 8 horas diárias são suficientes. Eles também não são exigentes na alimentação, mas devemos variar bem, com ração em pó, artêmia, tubifex, no caso de flocos forneça cerca de 3 tipos diferentes.

Reprodução:

Para garantir bons resultados na reprodução, separe 2 machos e 3 fêmeas em um aquário de 35 litros, sem plantas e com o fundo coberto por duas camadas de bolinhas de gude, que têm função de resguardar os ovos, evitando assim que os pais os devorem. O acasalamento é feito durante corridas, a fêmea libera ovos não aderentes que são fecundados pelo sêmen do macho e por serem mais pesados que a água, depositam-se no fundo, entre as bolinhas de gude.

Um cuidado muito importante é manter o nível de água baixo, mais ou menos 15 cm acima das bolinhas, para que os ovos possam chegar ao fundo antes que a fêmea retorne ao mesmo ponto e o devore. Após a desova os pais são retirados do aquário e em aproximadamente 48 horas nascem os filhotes.

A alimentação dos alevinos é a base de gema de ovo cozida em pó, infusórios, náuplios de artemia e dáfnia. Alimente-os 3 vezes por dia.

Leave Comment