Execesso de Algas no Aquário

By • Nov 12th, 2009 • Category: Plantas Aquáticas

E quando a água fica verde, o que podemos fazer? Eu não estou falando dos vidros, mas da água mesmo, como se fosse uma sopa de vegetais. Esse fenômeno é comum em tanques ao ar livre, em aquários expostos ao sol e, em menor intensidade, em aquários em geral. Grande parte da solução para o problema certamente está na avaliação das possíveis causas, e no seu combate. A equação básica para a “sopa de algas” é:

LUZ + NUTRIENTES = ALGAS

Daí, diminuir a alimentação pode ajudar a combater ou prevenir o problema das algas. O ideal seria planejar a colocação do tanque externo em local sombreado, mas se o tanque já está em local muito iluminado, pode ser sombreado se for parcialmente rodeado por plantas a seu redor, para cobrir parte da luz.

Aquário com Excesso de Algas

E os nutrientes? O melhor adubo para as algas é a própria sujeira dos peixes, então, diminuir o número de peixes e / ou a quantidade de alimento é fundamental.

Melhorar a limpeza e a filtragem de um tanque ou aquário é outro passo para evitar e combater problemas com algas a curto e longo prazo. Uma boa rotina de manutenção, com trocas de água e limpeza dos filtros mais frequente é importante; a sujeira retida nos filtros está disponível para as algas, para que ela não se transforme em nutriente, é preciso retirá-la.

Em um aquário, as plantas aquáticas competem com as algas pelos mesmos nutrientes. Um dos segredos dos aquários holandeses, aqueles que parecem florestas de plantas, é colocar tantas plantas no aquário, em cada lugarzinho aonde couber mais uma muda, para que as plantas consumam tantos nutrientes, que não deixem nada disponível para as algas.

E quanto aos produtos químicos desenvolvidos para combater as algas? Bom, em aquários ou tanques que apresentam constantemente problemas com algas, o uso de algicidas como preventivo ou tratamento´pode ser indicado. Em aquários, o uso de algicida para combater um “bloom” (explosão) de algas deve ser seguido por uma troca parcial de água, que pode chegar até 50 % do volume do aquário, e pela colocação de uma dosagem ´preventiva do algicida usado no aquário.

Em tanques externos, com um sistema de filtragem definido, a instalação de um esterilizador UV bem dimensionado para o volume do tanque pode ser uma excelente solução definitiva para o problema.

Leave Comment